Site Reprovado no Adsense. E agora?

Site Reprovado no Adsense por Ausência de Conteúdo. O que fazer num caso desses?

Antes de apontar 5 erros comuns que fazem o blog ser reprovado para monetização no Adsense, você precisa entender que aconteceu e continua acontecendo uma mudança no mercado, preste atenção!

Entenda isso primeiro...

Apesar de ser óbvio, eu vou reforçar: quando você monetiza o seu blog com adsense, você se torna um parceiro do Google.

O Google paga para você sempre que um visitante do seu site clica num anúncio do Adsense e também pelas impressões, certo?

Portanto, qual é o seu papel como parceiro do Google?

Antes de responder, vamos trocar de lugar.

Imagine que você é o Google.

Você reúne um monte de lojas e empresários da sua região e fala o seguinte:

“Galera, eu tenho uma rede incrível de parceiros, com sites incríveis que recebem visitantes de qualidade o tempo todo..minha proposta é fazer publicidade da sua marca lá nos sites parceiros, o que acham?”

Vamos supor aqui que todas essas lojas curtem a ideia e, ao invés de pagar para revistas de bairro, por exemplo, elas pagam para aparecer nesses anúncios desses sites que são seus parceiros…

Agora, imagine que um desses anunciantes visita o site da sua rede de parceiros e encontra sites amadores, malfeitos, enfim… sites com conteúdo rasos ou fracos…


Se um site pobre, sem conteúdo de valor e com pouquíssimas visitas se encontra nessa rede, você vai achar estranho e provavelmente até desistir, concorda? Por que você anunciaria a sua marca numa rede de sites amadores?

Refine seu mindset

É esse mindset que eu quero recomendar a você.

Se você quer ser parceiro do Google, veja o seu blog como uma vitrine que precisa ser profissional e principalmente… que gere valor.

Diversos profissionais que fazem trabalho de excelência estão no mesmo barco que você e a tendência é o Google nivelar por cima, cada vez mais.

Os tempos mudaram..

No passado, era muito mais fácil monetizar blogs e canais no youtube…

Porém.. conforme o mercado foi amadurecendo, tornou-se fundamental refinar cada vez mais a produção e distribuição de conteúdos através blogs e canais de youtube.

Então, não é só com ausência de conteúdo que você deve se preocupar.

Muito além da ausência de conteúdo

Invista num bom layout, numa identidade visual bacana e na produção de conteúdo de valor.

Não seja ingênuo achando que copiando e colando trechos de vários sites será possível conseguir burlar o algoritmo porque o valor está em quem consome o seu conteúdo.

E as pessoas não são bobas. Você não retém visitante com conteúdo fraco.

2 Erros Comuns

Agora se você tem consciência de que seu trabalho é bacana, tem bom feedback dos usuários e recebe uma mensagem como “ausência de conteúdo”, tem 2 coisas que você pode observar para resolver esse problema.

Primeiro Erro:

1o – Repare se você tem muita imagem e pouco texto. Você precisa de páginas ricas em conteúdo escrito, mesmo que seu nicho seja visual.

Segundo Erro:

2o – Confira se todas as páginas do seu blog estão sendo indexadas corretamente.
Já vi blog com mais de 50 páginas publicadas, porém apenas 17 tinham sido indexadas.

Além disso, tem 4 dicas que considero importante sobre conteúdo para ajudá-lo na aprovação.

4 Dicas para Ajudar na Aprovação do Google Adsense

Se você não cometeu nenhum dos 2 erros comentados acima, considere as 4 dicas abaixo sobre conteúdo de blogs para ajudar na aprovação pelo Google Adsense.

Dica #1

Além de um conteúdo 100% original, atente-se para não ser associado a um conteúdo sensacionalista ou excessivamente negativo.

Dica #2

Houve um tempo que 20 posts eram quantidade suficiente para validar um blog, só que recentemente vi uma postagem na comunidade informando que 40 era pouco.

Lembre-se que as regras estão sempre se atualizando.

Não existe uma regra oficial, mas uma tendência que observo é o Google priorizar o tempo de existência daquele domínio, a quantidade de tráfego e a originalidade.

Muitos desses critérios são um tanto subjetivos, mas existe algo que considero infalível, o que nos leva para a dica 3:

Dica #3

Coloque-se no lugar do usuário.

Você, por exemplo, quando acessa um post, já experimentou responder para si mesmo uma dessas perguntas:

  • Quanto tempo você fica navegando naquele blog?
  • Por que aquele blog te prende?
  • Você compartilha o conteúdo dele?
  • Você favorita ou executa alguma ação depois que o conhece, como se inscrever no blog ou seguir redes sociais?

Repito: se tem 1 coisa que não tem como burlar…é a experiência do usuário!

Dica #4

O usuário é que determina se aquele blog tem valor ou não.

Se ele merece dedicar o tempo dele ou se deve cair fora…se há interesse em visitar outras páginas ou não.

Por isso, antes de pensar em criar um blog para o algoritmo, pense no blog para o seu público!

E agora?

Se você chegou até aqui, tenho certeza que o seu trabalho é diferenciado, afinal você não tem preguiça de ler e correr atrás, não é mesmo?

Então, hora de pôr a mão na massa! Acessar o seu blog e, em cima do que abordamos aqui, avalie o que você pode melhorar.

Talvez essa seja a peça que está faltando para você conquistar a sua aprovação no Adsense. Muito sucesso e prosperidade ao seu blog!

Continue a leitura em...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *